Ipanema completa 123 anos hoje! Conheça sua história

Praia-de-Ipanema-RJ
Foto: reprodução Internet

O nome “Ipanema” faz referência a uma região do atual município de Iperó, no estado brasileiro de São Paulo, onde José Antônio Moreira Filho (1830-1899), feito segundo Barão de Ipanema em 1847 (e conde em 1868), tinha uma metalúrgica. Essa metalúrgica, chamada Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema, se localizava aos pés do Morro de Ipanema e havia sido fundada por seu pai, o primeiro Barão de Ipanema. José Antônio Moreira Filho investiu seu capital na região atualmente ocupada pelo bairro de Ipanema, fundando a Villa Ipanema. Com esse nome, homenageava o seu local de nascimento, a vila de São João de Ipanema, hoje pertencente ao município de Iperó.

O desenvolvimento da Villa de Ipanema se intensifica a partir do início do século XX, quando a cidade do Rio de Janeiro ruma da região Central para o Sul a partir dos bairros do Flamengo, Botafogo e posteriormente Copacabana, Ipanema e Leblon. Os terrenos de praia passam a cair no gosto da população e as linhas de bonde inauguradas em 1902 facilitam a urbanização da Villa de Ipanema, ainda um areal despovoado. O chafariz das Sacaduras do velho convento da Ajuda, demolido para dar lugar ao Teatro Municipal, foi transferido para a Praça Ferreira Viana, hoje General Osório. Em 1918, foram erguidos na então Rua 20 de Novembro, hoje Visconde de Pirajá, o Colégio dos Franciscanos e a Igreja Nossa Senhora da Paz. A primeira missa na Igreja foi celebrada contudo, somente em 12 de maio de 1921.

Pedra Portuguesa

O projeto paisagístico das calçadas de Ipanema é do arquiteto e paisagista Renato Primavera Marinho, em comemoração do quarto centenário da cidade.

Comércio

O comércio de luxo vem crescendo no bairro: lojas e butiques como Osklen e Farm têm suas origens ligadas ao bairro. As sedes de grandes joalherias como Amsterdam Sauer e H. Stern também são localizadas em Ipanema. Grandes marcas internacionais como Mont Blanc e Louis Vuitton também escolheram lojas em pontos do bairro. Estas lojas se concentram nas ruas Garcia D’Avila e Visconde de Pirajá (principalmente na Galeria Forum de Ipanema) e Maria Quitéria.

O bairro ainda possui alguns dos melhores e mais tradicionais bares e restaurantes do Rio de Janeiro, como o Bar Garota de Ipanema, onde Vinícius de Morais criou a famosa canção homônima. Podemos citar, também, o Bar Vinte, na Rua Visconde de Pirajá, onde antigamente o bonde fazia a volta e o bar Paz e Amor, na esquina das ruas Garcia D’ávila e Nascimento Silva.

O primeiro supermercado da rede Zona Sul, conhecida pelo seu padrão de qualidade e serviço, se encontra próximo à Praça General Osório. Além das feiras de frutas e verduras nas praças General Osório e Nossa Senhora da Paz, aos domingos acontece a tradicional Feira Hippie, com venda de artesanato e quadros.

Demografia

A população do bairro caiu de 46 808 habitantes, em 2000, para 42 743 em 2010.

Escolas tradicionais como o Colégio Notre Dame e Colégio São Paulo e a Universidade Cândido Mendes estão presentes no bairro.

  • Escolaridade: 12,54 anos (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, censo do ano 2000)

A expectativa de vida média do bairro (homens e mulheres) é de 77,6 anos (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, censo do ano 2000).

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*