10 filmes do Rio de Janeiro foram selecionados para o Festival Mix Brasil 2019

FESTIVAL MIX BRASIL
Frame de "Depois Daquela Festa"

O Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade ocorrerá entre 13 a 20 de novembro, em São Paulo, e será inteiramente gratuito. Para a cerimônia de abertura, que ocorre apenas para convidados no dia 13, o filme escolhido foi longa francês “Retrato de Uma Jovem em Chamas”, dirigido por Céline Sciamma. Além de cinema, o Festival traz música, literatura, dança, games, conferências, laboratórios e outras atividades. Os ingressos devem ser retirados com cerca de uma hora de antecedência na bilheteria da respectiva sessão.

Da seleção nacional, dez obras são do Rio de Janeiro. Confira a lista:

INDIANARA

A revolucionária Indianara Siqueira lidera um grupo de mulheres transgênero que luta pela sua sobrevivência no Brasil. No abrigo que fundou, nas ruas e nas manifestações, ela se empenha em colocar em prática os seus ideais, inclusive no seu relacionamento com Maurício, o marido.
2017 João de Deus - O Silêncio é uma Prece 2014 Para Sempre Teu, Caio F. 2015 Paulinho da Viola (curta) 2013 Casas Brancas (curta) 2012 Alma Carioca (curta)
A vida e a obra de Marina Lima – uma mulher à frente do seu tempo e uma artista que, em mais de 40 anos de carreira, canta os anseios de várias gerações – em um documentário realizado a partir de um vasto material que acompanha a trajetória da artista, suas escolhas e mudanças, bastidores de shows, referências, parcerias, processo criativo e detalhes da sua vida.
Documentário sobre a força do coletivo e da militância na transformação de pessoas e realidades marcadas pelas barreiras impostas pelo HIV.
Durante o verão, Karol, Junior, Ronaldo e Caio estão no último mês das aulas na escola pública do Rio de Janeiro. Quando as férias chegam, a temperatura alcança 40 graus.
A situação da população transgênera masculina no cárcere a partir dos problemas de saúde acarretados pelo binarismo de gênero que embasa o sistema penal.
A situação da população transgênera masculina no cárcere a partir dos problemas de saúde acarretados pelo binarismo de gênero que embasa o sistema penal.
Depois Daquela Festa
Léo nunca imaginou que veria seu pai beijando outro homem no meio de uma festa… Até isso acontecer. Agora, com a ajuda de Carol, sua melhor amiga, ele precisa encontrar a maneira perfeita de contar para o pai que descobriu o seu segredo.
Dominique, cuja mãe criara sozinha três filhas transgêneras, nos convida a uma jornada de volta pra casa em uma ilha na desembocadura do Rio Amazonas.
No subúrbio do Rio de Janeiro, um grupo de amigos prepara uma festa de aniversário.
Uma história pessoal de perda, com foco nos desafios que estão à frente dos direitos LGBTQI+ e da política progressista no Brasil.
O amor entre mulheres negras é mais que uma história de amor? Niázia, moradora do Morro da Otto abre a sua casa para compartilhar as camadas mais importantes na busca por essa resposta. Já a estudante de direito Leilane nos apresenta os desafios e possibilidades de construir uma jornada de afeto com Camila.
Confira a programação completa em https://www.mixbrasil.org.br/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*