Morar Mais por Menos Rio– o chique que cabe no bolso, chega à 18ª edição com uma vista de 360º debruçada sobre o mar de São Conrado com três mil metros quadrados e 49 ambientes inovadores

De 07 de outubro a 21 de novembro, o público poderá conferir 49 ambientes com novidades do mercado de arquitetura, decoração e paisagismo. Liderado por Lígia e Sabrina Schuback, mãe e filha, o Morar Mais vem mais um ano imprimir criatividade, design, praticidade com possibilidades acessíveis ao bolso do brasileiro. “Sempre acreditamos na democratização da decoração e hoje, mais do que nunca, essa realidade veio se concretizar. Contratar um profissional é fundamental para minimizar custos, otimizar tempo, e não deixar você errar. Já imaginou um sofá que não passa pela porta?” – destaca Lígia Schuback, uma das mentoras da mostra. Projetada pelo arquiteto e designer francês Gilles Jacquard, criador do lendário Hipopótamos e de tantas outras preciosidades na década de 70, a mansão, palco da décima oitava edição do Morar Mais, tem uma vista espetacular, com uma piscina projetada sobre o oceano Atlântico, um desenho grandioso e ousado.

foto
Reprodução

Em meio a toda essa beleza natural, arquitetos e decoradores se inspiram e mostram seus talentos em quatro andares segmentados em:
1- Pequenos studios de 17 a 33 metros quadrados,
2- Morar Mais Mini, onde ambientes infantis foram idealizados para
fazerem o encantamento das mães e seus filhotes,
3- Além da Mostra propriamente dita com os conceitos que traduzem o
nossos diferenciais estarão presentes: inclusão social, mais por menos,
brasilidade, tecnologia, inovação e vendas. Todos os objetos expostos
possuem preços, inclusive no tour virtual,
4- Área de entretenimento, piscina, bar e restaurante.

Um exemplo do que será apresentado no Morar Mais, tendência nas grandes metrópoles, são os studios, onde as ideias mais criativas vêm provar como é possível morar bem em até 17 metros quadrados. Toda estrutura pensada minuciosamente por arquitetos / designers de interiores para investir no que for adequado ao bolso de cada
um. Para os que preferem visitar o evento de casa, um tour virtual será disponibilizado de uma forma prática e totalmente gratuita.

Tour virtual

https://tour360.meupasseiovirtual.com/020841/147005/tourvirtual/index.html

Origem do Morar Mais por menos – o chique que cabe no bolso.

A mostra de decoração Morar Mais por menos – o chique que cabe no bolso foi criada no Rio de Janeiro em 2004 por Lígia Schuback e Sabrina Schuback Rocha. A inspiração para o evento nasceu de uma história real vivida por Sabrina ao decorar a primeira casa, com direito a todas as dúvidas de quem vivencia esta experiência. Como ter um lar descolado, aconchegante e sofisticado, sem gastar quantias exorbitantes? Onde encontrar profissionais qualificados que topem este desafio? Quanto custa meu sonho? Caberá no meu bolso? Não havia ainda no mercado um evento de decoração com uma proposta pé no chão. Por isso, logo na estreia, a empatia do público e da imprensa foi imediata. Desde 2005, o Morar Mais por Menos vem conquistando o Brasil através do licenciamento da marca, que se reinventa a cada ano para atender às demandas do mercado e à linguagem dos novos tempos. Além do Rio, a mostra já passou por várias capitais brasileiras, como São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Goiânia, Curitiba, Campo Grande, Cuiabá, Vitória, Recife, Rondônia e Salvador.

“Aumentou muito a demanda dos arquitetos, designers de interiores e principalmente das lojas durante a pandemia. Com crescimento nacional de 39,09%, fechamos praticamente todos os ambientes em apenas 15 dias, tempo recorde! Queremos organizar encontros para meditação e aulas de yoga com a vista da pedra da Gávea”
– ressaltou Sabrina Schuback.

O Morar Mais não segue tendência, é solicitado que cada profissional especifique e inclua em seu projeto um estilo de vida, chique e de baixo custo. O termo “naturalidade” já estava tomando conta do mundo, e a pandemia apenas o exacerbou. As pessoas começaram a ficar muito mais tempo em casa, a cuidar, reformar, aprimorar e querer um lar de aconchego e cheio de afeto. Os móveis de família e recordações de viagens são destaques na decoração.

O MENOS É MAIS
O Morar Mais sempre apostou nesta máxima. Esta é a direção global, reforçada pela grave situação de 2021. Durante a pandemia, muitos tentaram se livrar de coisas antigas não funcionais. E isso afetou não só o guarda-roupa, mas também a casa. Não é minimalismo completo, como nas fotos de revistas – são projetos bastante
experimentais, mas sim sobre decoração e uso mínimo de móveis. A presença de ar e espaço livre é o principal requisito para um apartamento nos tempos de hoje.

MAIS LUZ NATURAL
Tema mais que valorizado na escolha da propriedade que sedia o Morar Mais, luz natural e grandes janelões, que trazem a natureza para dentro, fazem parte dos ambientes.

BANHEIRO COMO UM ESPAÇO PARA RELAXAR
O banheiro não é mais apenas um espaço dedicado aos cuidados pessoais. Este ambiente agora pode ser o lugar para relaxar após um dia duro de trabalho e se desconectar do lado de fora. Tudo isso graças ao design e decoração bem pensados.

A COZINHA COMO DESTAQUE
A cozinha é tradicionalmente o ambiente mais animado da casa. Nela não só fazemos as refeições, como nos reunimos com a família. Também é o local favorito dos convidados. É por isso que as soluções arquitetônicas deste ano integram a cozinha aos demais ambientes nos studios do Morar Mais.

LOCAL DE TRABALHO EQUIPADO
A pandemia mostrou que trabalhar na mesa da cozinha ou no sofá não é apenas inconveniente, mas também perigoso para a saúde. Em um momento em que a maioria precisou optar pelo trabalho remoto, a questão de equipar um escritório doméstico confortável torna-se primordial. Se nenhuma reforma for planejada em breve, a solução é começar reorganizando os móveis. Certamente em algum lugar há um canto para uma pequena escrivaninha e uma cadeira. Mais uma vez surpreendendo, o Morar Mais este ano apresenta ótimas ideias de home offices, até em uma garagem bem inusitada.

DIVERSIDADE
O Morar Mais 2021 chega vacinado contra o preconceito. Os recepcionistas são pessoas trans, contratadas por meio de uma parceria com a Coordenadoria Executiva da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, a partir do Banco de Talentos LGBTI+ criado pelo órgão. A iniciativa consiste em um formulário on-line, disponível no
link https://forms.gle/DimG7r5EibVJFKwq6, onde pessoas LGBTI+ desempregadas podem cadastrar seus currículos e ser encaminhadas a vagas oferecidas por empresas privadas. Os empreendimentos que desejarem investir na diversidade de suas equipes podem enviar os postos de trabalho disponíveis pelo email curriculos.ceds.rio@gmail.com.

Serviço

De 7 de outubro a 21 de novembro.
Horário de funcionamento: terças a quintas e domingos, de 12h às 20h. Sextas e
sábados de 12h às 21h.
Será permitida a entrada no local somente com o uso de máscara.
Av. Niemeyer 550, casa 10 – São Conrado.

Não há estacionamento no local.
Ingressos:
 terças – R$30,00
 quartas a sextas – R$35,00
 fim de semana e feriados – R$45,00

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*